O que ocorrerá na Paraíba a partir de 2019 quando um dos atuais candidatos assumir o Governo

 O que ocorrerá na Paraíba, a partir de 1º de janeiro, com a eleições de um dos pré-candidatos até agora lançados? A preço de hoje, há as postulações em cena de João Azevedo (PSB), Lígia Feliciano (PDT), Lucélio Cartaxo (PV), Rama Dantas (PSTU), Tárcio Teixeira (PSol) e Zé Maranhão (MDB). Um deles, claro, assumirá o Governo do Estado. E o que mudará?

Bem, meu caro Paiakan, em caso de eleição de Rama ou Tárcio, teríamos uma mudança radical no modo de administrar. Os dois candidatos representam a extrema esquerda, e, certamente, iriam querer implantar o seu modo ideológico de gerenciar o Estado. As pesquisas não favorecem os dois candidatos, pelo menos até o momento. Mas, a campanha ainda nem começou.

Uma eventual eleição de Azevedo manteria, obviamente, Ricardo Coutinho no comando das ações na Paraíba. Ricardo tem dito que não gostaria de passar o Governo para um gestor que não seguisse a sua cartilha. Além do mais, a eleição de João daria a Ricardo um prestígio extraordinário, por emplacar um candidato que, segundo as primeiras pesquisas, teria poucas chances na disputa.

Caso Lígia Feliciano venha a se eleger, num cenário em que se apresenta, curiosamente, como oposição a João Azevedo e, de outro lado, como candidata da continuidade do Governo RC, teríamos um quadro inusitado, onde, muito provavelmente, o deputado Damião Feliciano teria um papel preponderante na gestão, que, ironicamente, não teria o perfil do atual governador.

Uma eleição de Lucélio ao Governo promoveria uma situação singular por, pelo menos, dois anos, com dois irmãos gerindo a Paraíba e a Capital do Estado (Luciano). Já houve uma cenário semelhante, antes, quando Ronaldo Cunha Lima foi governador da Paraíba, e, por dois anos, seu filho, Cássio, foi prefeito de Campina Grande. Uma afinação que, aliás, muito beneficiou a cidade.

Já uma eleição do senador Zé Maranhão promoveria, de prima, a assunção de sua atual primeira-suplente, Nilda Gondim, ao Senado Federal. Algo que poderia, inclusive, suscitar a possibilidade de mãe (Nilda) e filho assumirem o Senado, simultaneamente, já que o deputado Veneziano, como se sabe, disputa a senatoria na chapa de João Azevedo.

Eis, em resumo, o desenho e as projeções, meu caro Paiakan, para quem gosta de especular o futuro depois das urnas.

Leia mais notícias no  portal www.1001noticias.com.br 

 

http://www.1001noticiasfm.com/  http://www.1001noticias.com.br/blog/

 

http://www.tv1001noticias.com.br/  no Youtube e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos.

 

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11. 

 

Da Redação com Roberto Noticia e Helder Moura 

 

CHAPA DA OPOSIÇÃO - Camila Toscano diz que torce por apoio do PSC e elogia Micheline

 A deputada estadual Camila Toscano (PSDB) disse, neste sábado (14), que está na torcida para o fechamento de questão com o PSC para apoio a pré-candidatura de Lucélio Cartaxo (PV) e aplaudiu a escolha da primeira dama de Campina Grande, Micheline Rodrigues (PSDB), para vice na chapa majoritária.

Em entrevista ao uma emissora de rádio do Brejo paraibano, a tucana revelou bom relacionamento com o Grupo Gadelha, principalmente com o deputado estadual Renado Gadelha e o pré-candidato a deputado federal, Leonardo Gadelha com quem ela deverá fazer ‘dobradinha’ em algumas bases eleitorais.

“Torço muito que o PSC venha apoiar a pré-candidatura de governador de Lucélio e venha se juntar a nós”, destacou.

Sobre Micheline Rodrigues, Camila alegou que a primeira dama campinense promoverá um olhar especial do Governo para Campina Grande e região.

“A participação de Micheline vai botar Campina Grande de volta ao mapa. Para ser olhada, ouvida e que o Estado volte a trabalhar pela cidade”, destacou.

Leia mais notícias no portal www.1001noticias.com.br –

http://www.1001noticiasfm.com/ http://www.1001noticias.com.br/blog/

http://www.tv1001noticias.com.br/ no Youtube e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos.

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11.

Da Redação com Roberto Noticia

 

PR descarta Lucélio após "duvidar de candidatura" e decidirá entre apoiar João ou Maranhão, diz Caio Roberto

 O deputado estadual Caio Roberto (PR) comentou, nesta quinta-feira (5), sobre as últimas movimentações republicanas com intuito de definir o apoio a chapa majoritária ao Governo do Estado. De acordo com o parlamentar, a decisão está entre apoiar João Azevêdo (PSB) ou José Maranhão (MDB). Para tal, o partido encomendou uma pesquisa qualitativa a nível estadual e deve anunciar o apoio na próxima semana.

Leia também: Wellington Roberto vê ‘contaminação’ nas candidaturas de Lucélio e João e considera apoio a Maranhão

“O partido encaminhou a cerca de 15 dias atrás um pedido de uma pesquisa qualitativa, que já está sendo feita em todo estado, que vai dar diretrizes para que a gente possa tomar a decisão. Não só para nossos candidatos, mas também nossas bases de prefeitos, vereadores e lideranças de todo estado. Acredito que a gente se mantém naquela linha entre João Azevêdo e José Maranhão”, explicou Caio.

Questionado se com a indefinição apenas entre os dois nomes, o PR descarta diálogo com Lucélio Cartaxo (PV) e Lígia Feliciano (PDT), o republicano foi direto. “Não [terá diálogo]”. E polemizou: “Até porque não sei nem da manutenção dessas duas candidaturas”.

Com a pesquisa em mãos, Caio Roberto informou que, possivelmente, na próxima semana o PR deve estar anunciando o apoio a um candidato ao Governo do Estado.

Roberto Notícia

Após "sumiço", Cássio Cunha Lima revela diálogos com PP e PSC para composição da chapa majoritária

 Após alguns dias longe dos holofotes da política em decorrência de problemas de saúde, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) reapareceu nesta quinta-feira (5) e revelou que, mesmo estando em Brasília, tem mantido diálogos permanentes com o PP e com o PSC para compor as vagas restantes de sua chapa, que é encabeçada por Lucélio Cartaxo (PV).

“Estou acompanhando e conversando. Tenho conversado com o PSC através do deputado Marcondes Gadelha, do vice-prefeito Manoel Júnior, tenho conversado com o PP do deputado Aguinaldo Ribeiro e da deputada Daniella. É um período em que as coligações estarão se definindo e é um tempo de diálogo, de entendimento. É óbvio que o papel nesse processo de liderança de comando, é sempre naturalmente do candidato ao governo”, disse o tucano.

Segundo Cássio, não existe preferência de nomes para a composição. ”Não há preferência pessoal nesse instante. O que há é uma necessidade de você fazer uma discussão pessoal no conjunto com os partidos aliados e ponderar vários aspectos. Não é uma escolha de caráter pessoal”, destacou o parlamentar.

Retorno às atividades políticas

Cássio também pontuou que está de volta às atividades políticas e parlamentares e que neste final de semana já tem agenda em municípios da Paraíba.

“Estou de volta às minhas atividades no Senado, estou voltando à Paraíba nesta quinta-feira, onde tenho uma série de atividades. Amanhã no jogo do Brasil, no sábado vou estar em Campina Grande, Lagoa Seca, Matinhas e várias outras cidades, enfim, de volta ao trabalho”, finalizou.

Gervásio Maia entrega reforma da ALPB e comemora: “Casa está realmente à altura do nosso povo”

 O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia (PSB), inaugurou na noite desta quarta-feira (05) a reforma do Plenário da Casa. A solenidade contou com a participação de deputados, do governador Ricardo Coutinho (PSB), do presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Joás de Brito, e do presidente do Tribunal de Contas do Estado, André Carlo Torres.

“Sonho realizado. Agora a Assembleia não sairá mais da Praça dos Três Poderes. Na verdade, é uma nova Assembleia. Há poucos dias inauguramos o Centro de Saúde, em breve vamos entregar a nova sede da TV Assembleia, o estacionamento que funcionará em um prédio anexo, comprado com recursos da Casa. É um sentimento de dever cumprido. Eu não poderia passar por aqui sem deixar a minha contribuição”, destacou o presidente.

O líder da Oposição, Bruno Cunha Lima (SD), disse que a reforma trará benefícios não apenas para a Casa. “A Paraíba é um dos únicos estados que mantém os três poderes juntos, tornando a relação mais ágil. A manutenção da Assembleia aqui ajuda também a fomentar o comércio”, afirmou.

A deputada estadual Estela Bezerra (PSB) também endossou a mudança no prédio. “Acho que a gente vai ter um ambiente mais agradável para trabalhar. Com essa entrega, Gervásio marca a administração dele”, disse.