Para 75% dos brasileiros, Bolsonaro está no caminho certo, aponta Ibope

 Brasília – Os brasileiros estão otimistas em relação ao futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro e alimentam expectativas positivas sobre a sua gestão, informou pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta quinta-feira.

Segundo a sondagem do Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria, 75 por cento dos brasileiros acreditam que o presidente eleito e sua equipe estão “no caminho certo”, enquanto apenas 14 por cento acham que ele e seus indicados estão no “caminho errado”.

A pesquisa também identificou que cerca de dois terços dos brasileiros –64 por cento– têm a expectativa de que o próximo governo será “ótimo” ou “bom”. Outros 18 por cento afirmam que o governo Bolsonaro será regular, 14 por cento acreditam que será “ruim” ou “péssimo”, e 4 por cento não responderam.

Para a maioria dos entrevistados, saúde e desemprego são os principais problemas do país: os temas foram citados por 46 por cento e 45 por cento respectivamente. A corrupção foi mencionada por 40 por cento, enquanto a segurança pública foi lembrada por 38 por cento.

Ao listarem as prioridades, os entrevistados citaram novamente os mesmos assuntos. Para 41 por cento, a prioridade do governo deve ser melhorar os serviços de saúde. A geração de empregos vem em seguida, citada como prioridade por 40 por cento. Logo após vem o combate à corrupção e o combate à violência e à criminalidade, ambos citados por 36 por cento.

Questionados sobre as principais medidas já anunciadas por Bolsonaro e sua equipe de transição, 40 por cento dos entrevistados disseram não lembrar de nenhuma proposta, enquanto 7 por cento não souberam ou não quiseram responder.

A reforma da Previdência, no entanto, foi a medida mais citada espontaneamente, por 12 por cento dos entrevistados. A flexibilização das regras para posse de armas foi lembrada por 9 por cento, assim como o combate à corrupção.

A redução da maioridade penal foi mencionada por 7 por cento, mesma parcela que destacou o combate à violência de forma genérica, à criminalidade, à pedofilia ou à violência contra mulheres.

Questionados sobre as expectativas para 2019, 66 por cento dos entrevistados afirmou que a situação econômica do país irá melhorar ou melhorar muito. Para 19 por cento ela continuará igual, enquanto 8 por cento avaliam que ela irá piorar e 3 por cento acreditam que irá piorar muito. Outros 5 por cento não responderam.

A pesquisa foi realizada entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro, com 2 mil entrevistados em 127 municípios. A margem de erro da sondagem é de 2 pontos percentuais.

Leia mais notícias no  portal www.1001noticias.com.br 

http://www.1001noticiasfm.com/  http://www.1001noticias.com.br/blog/

http://www.tv1001noticias.com.br/  no Youtube e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos.

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11. 

 

 

Da Redação com Roberto Noticia  

 

Marmuthe Cavalcanti encaminha projetos em Brasília e tem audiência com ministro Gilberto Kassab das Comunicações

 O presidente da ONG-CICOVI Marmuthe Cavalcanti e suplente de vereador em João Pessoa encontra-se em Brasília, onde manteve audiência com o Ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, ao lado dos amigos, senador Raimundo Lira e do ex-deputado Inaldo Leitão, tratando de projetos para a cidade de João Pessoa e demais municípios da Paraíba.

Na ocasião, Marmuthe Cavalcanti também tratou de vários outros assuntos além do futuro do seu partido (PSD) no estado da Paraíba. Depois de uma manhã de trabalho e várias audiências, Marmuthe teve um encontro em almoço com o seu amigo e Deputado Federal, Ruy Carneiro.

Que deve assumir em janeiro, novamente o mandato de deputado federal pelo PSDB da Paraíba. Ruy Carneiro que foi bem votado em João Pessoa e principalmente na Zona Sul da Capital, graças ao apoio do então candidato a deputado estadual Marmuthe Cavalcanti.

Nessa sua perigrinação em Brasília, Marmuthe Cavalcanti levou em sua bagagem vários projetos que estão sendo encaminhados juntos aos órgãos federais e que em 2019 já poderemos colher os frutos plantados pela maior liderança da Zona Sul da capital paraibana. 

Marmuthe Cavalcanti irá fazer verdadeira peregrinação na esplanada dos ministérios em busca de encaminhar seus pleitos junto as autoridades competentes. Devendo só retornar a João Pessoa na próxima sexta-feira.

 Leia mais notícias no  portal www.1001noticias.com.br 

http://www.1001noticiasfm.com/  http://www.1001noticias.com.br/blog/

http://www.tv1001noticias.com.br/  no Youtube e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos.

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11. 

 

Da Redação com Roberto Noticia  

 

 

Governador eleito, João Azevedo anuncia Couto e mantém secretários de Saúde e Educação

 O governador eleito da Paraíba, João Azevêdo (PSB), anunciou, nesta sexta-feira (07) nomes que irão formar seu secretariado a partir de janeiro.

Waldson Souza permanece no cargo que ocupa atualmente: a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão. Aléssio Trindade também continua na Secretaria de Educação, assim como Cláudia Veras na Saúde. Nonato Bandeira, que chegou a anunciar saída da vida pública, irá ocupar a Secretaria de Estado de Governo, enquanto Ronaldo Guerra ficará com a Secretaria de Governo.

Livânia Farias permanece na Secretaria de Administração, assim como Amanda Araújo nas Finanças. Gilberto Carneiro continua à frente da Procuradoria-Geral do Estado e Luiz Tôrres da Secretaria de Comunicação Institucional. Marialvo Laureano retorna para a Secretaria da Receita.

Os deputado Luiz Couto, que ficará sem mandato no próximo ano, foi anunciado futuro secretário de Agricultura Familiar.

“Irei cobrar, e com muita veemência, para que os novos contribuam com energia renovada e possam produzir aquilo que o estado espera e que os estão sendo reconduzidos que se renovem e se reinventem como gestor”, disse João.

Secretaria de Estado e Governo: Nonato Bandeira

Secretaria da Administração: Livânia Farias

Secretaria de Administração Penitenciária: Sérgio Fonseca

Secretaria da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido: Luiz Couto

Secretaria da Casa Civil: Ives Rodrigues

Secretaria da Casa Militar: Tenente coronel Anderson

Secretaria da Comunicação Institucional: Luiz Tôrres e Tião Lucena

Secretaria da Controladoria Geral: Gilmar Martins

Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca: Efraim Morais

Secretaria da Educação e Ciência e Tecnologia:  Aléssio Trindade/ Cláudio Furtado

Secretaria de Finanças: Amanda Araújo Rodrigues

Secretaria de Infra-estrutura, Recursos Hídricos e Meio Ambiente: Deusdette Queiroga

Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana: Gilberta Santos

Secretaria da Procuradoria Geral: Gilberto Carneiro

Secretaria da Receita: Marialvo Laureano

Secretaria da Saúde  –  Cláudia Veras- titular da pasta  / Secretaria executiva: Geraldo Medeiros/ Renata Valéria Nóbrega

Secretaria do Turismo e Desenvolvimento Econômico: Gustavo Feliciano e Ivan Buriti.

Leia mais notícias no  portal www.1001noticias.com.br 

http://www.1001noticiasfm.com/  http://www.1001noticias.com.br/blog/

http://www.tv1001noticias.com.br/  no Youtube e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos.

Você também pode enviar informações à Redação do Portal 1001 Noticias pelo WhatsApp (83) 9 88 66 - 50 11. 

 

Da Redação com Roberto Noticia  

 

Lei Maria da Penha: mídia nacional alfineta aparição de Julian Lemos ao lado de futura ministra da Mulher

 A imprensa nacional tem caprichado quando o assunto é o governo Bolsonaro. Sempre fazendo severas críticas aos seus futuros auxiliares. Com o deputado paraibano eleito, Julian Lemos, não tem sido diferente, nos últimos dias. ele tem sido o alvo.

Hoje não foi diferente. A aparição do deputado federal eleito pelo PSL-PB Julian Lemos ao lado da futura ministra da Mulher durante fala à imprensa nesta quinta-feira (6) não pegou bem. O Uol (clique no link para ler a matéria) alfinetou a presença de Julian e destacou que o parlametar "foi alvo da Lei Maria da Penha três vezes"


Damares Alves foi anunciada como futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos. Ela fez um pronunciamento à imprensa e ao lado da futura ministra posaram, além de Julian Lemos, o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. 

Ainda de acordo com a publicação, "Lemos é investigado em um inquérito policial por lesão corporal contra a irmã", diz o texto.

Além do Uol, o IstoÉ e o Jornal do Brasil também repercutiram a presença de Julian Lemos ao lado da futura ministra da Mulher.


Foto: Dida Sampaio / Futura Press

Lei Maria da Penha: mídia nacional alfineta aparição de Julian Lemos ao lado de futura ministra da Mulher

 A imprensa nacional tem caprichado quando o assunto é o governo Bolsonaro. Sempre fazendo severas críticas aos seus futuros auxiliares. Com o deputado paraibano eleito, Julian Lemos, não tem sido diferente, nos últimos dias. ele tem sido o alvo.

 

Hoje não foi diferente. A aparição do deputado federal eleito pelo PSL-PB Julian Lemos ao lado da futura ministra da Mulher durante fala à imprensa nesta quinta-feira (6) não pegou bem. O Uol (clique no link para ler a matéria) alfinetou a presença de Julian e destacou que o parlametar "foi alvo da Lei Maria da Penha três vezes".


Damares Alves foi anunciada como futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos. Ela fez um pronunciamento à imprensa e ao lado da futura ministra posaram, além de Julian Lemos, o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

 

Ainda de acordo com a publicação, "Lemos é investigado em um inquérito policial por lesão corporal contra a irmã", diz o texto.

Além do Uol, o IstoÉ e o Jornal do Brasil também repercutiram a presença de Julian Lemos ao lado da futura ministra da Mulher.


Foto: Dida Sampaio / Futura Press